Os tipos de colisões no trânsito

Os tipos de colisões no trânsito
COTIDIANO
Vamos conhecer agora os variados tipos de colisões!

Esses que determinarão a gravidade dos acidentes automobilísticos. O impacto absorvido pelo veículo e as suas consequências é que nos dará as pistas de como estarão às vítimas dentro ou até mesmo fora dos automóveis, as que forem lançadas para fora dos veículos.


Colisão Frontal

A colisão frontal é uma das mais comuns nos acidentes de trânsito, e podem gerar consequências graves aos ocupantes dos veículos.

As principais características observadas neste tipo de colisão são que os corpos dos adultos geralmente são projetados para cima e as crianças (Pessoas menores em sua estatura) para baixo.

As consequências no organismo das vítimas são, em sua maioria, na parte da cabeça e tórax, sendo mais comumente observado como TCE (Traumatismo Cranioencefálico) isto é, quando o crânio sofre uma fratura, quando vai ao encontro com outras partes fixas do veículo, vidros, portas, colunas, outras pessoas, etc.

Assim como o tórax colide geralmente com o volante do veículo, fazendo com que o pulmão e coração sejam comprimidos gerando uma contusão cardíaca e pulmonar.

Nas trajetórias os ocupantes continuam a se mover para baixo e para frente, em direção ao painel, ou os ocupantes do banco de trás, colidem com a pessoa sentada no banco a sua frente e às laterais dos veículos.

Principais padrões de lesões gerados por este tipo de colisão:

- Fratura de coluna cervical

- Fratura no Tórax

- Pneumotórax

- Ruptura traumática da aorta

- Lesão de Baço e Fígado

- Fratura posterior/lesão de quadril e ou joelho


Colisão Traseira


A colisão traseira é uma das mais perigosas nos acidentes de trânsito, pois geralmente faz com que o veículo receba a energia de impacto em sua traseira, sendo esta convertida em uma rápida aceleração e desaceleração, quase ao mesmo tempo, o que comumente é conhecido como “efeito chicote” e é responsável por lesar principalmente a coluna cervical. O que gera consequências muitas vezes irreparáveis. Por isto, o encosto de cabeça foi legalmente exigido como equipamento obrigatório em todos os veículos, o que visa diminuir a ação deste fenômeno.

Principais padrões de lesões gerados por este tipo de colisão:

- Lesão de coluna cervical

- Lesão de partes moles do pescoço


Colisão Lateral

As lesões produzidas pelo impacto das colisões laterais também são muito graves, devido à proximidade dos ocupantes com a parte atingida, sendo as ferragens dos veículos, estilhaços de vidros e o impacto com os outros ocupantes do veículo, o grande causador de lesões.

As principais partes de um corpo atingidas por este tipo de acidente constituem geralmente com a rotação de pescoço, bem como lesões na parte lateral do corpo, como braços, pernas, costelas, etc.

Agora veremos as principais lesões geradas por este tipo de colisão!

- Entorse contra lateral do pescoço

- Fratura de coluna cervical

- Tórax instável lateral

- Ruptura traumática da aorta

- Ruptura do Diafragma

- Lesões de Baço, fígado e rim

- Fratura de pelve (quadril)


Colisão Angular

É o tipo de colisão em que as forças exercidas sobre os veículos vêm de várias partes, fazendo com que a trajetória dos corpos seja atirada para baixo e para cima e o veículo fique inclinado.

Suas lesões são as mesmas proporcionadas na colisão frontal e lateral.

Colunista Portal - Educação
O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.
Sucesso! Recebemos Seu Cadastro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER